Cine-teatro Garrett

Proposta de:
Identidade Visual
Embalagem
Design Editorial

mais informação

A seguinte proposta de identidade visual para o Cine-Teatro Garret, foca-se maioritariamente num aspecto, aquilo a que chamamos o Grafismo Poveiro.

O Teatro Garrett foi em tempos a casa da cultura da Póvoa de Varzim e um importante marco na zona norte de Portugal.

As siglas poveiras, conhecidas pela escrita poveira, só por si um sistema de comunicação visual originária do antigo Bomärken escandinavo, são uma tradição poveira de iconologia e tipologia que nos sugeriu que criássemos a nova família do Garrett. As marcas estão em todo o lado, desde as redes às facas da cortiça, assim como em todos os objectos que pertençam, quer ao mar, à praia ou à casa.

Outra referência, Paulo José de Cantos (Antigo Professor na Póvoa de Varzim), com as suas quadrículas, símbolos e trocadilhos gráficos, assim como o modo aparentemente desenfreado do uso da tipografia e a imprevisibilidade da sua expressividade.

O símbolo escolhido para o logótipo pretende representar o centro de toda a arte do espetáculo, a estrela, seja a estrela do cinema, do teatro, ou da dança. A forma em si, escolhida para representar o Cine-Teatro Garret, surge de uma dissecação das originais siglas poveiras.

Para a realização da identidade decompôs-se a forma das siglas até às suas formas geométricas básicas, e foi com estas que se criou toda a identidade do Cine-Teatro.

A forma pretende também ser uma conexão entre o Cine-Teatro Garrett e o centro da Póvoa de Varzim, sendo que a estrela representa o centro do dinamismo cultural e social do concelho, com espaço para a convivência e partilha de momentos culturais.

Direção de arte

Paulo Portela
Eduardo Rodrigues
Bruno Soares
Beatriz Barros
Rui Canedo

Design gráfico

Paulo Portela
Eduardo Rodrigues
Bruno Soares
Beatriz Barros
Rui Canedo

Proposta de Identidade
para o Cine-teatro Garrett